quarta-feira, 4 de julho de 2007

Tente falar só depois de conhecer: Star Trek é realmente uma série de fuder!!!!

adoro séries… e sou obcecado, gosto de vê-las na seqüência, sem parar, de forma doentia, virando noite, perdendo hora, como se recebesse na veia… por isso, adoro as séries longas e cheias de continuações, como 24 horas, CSI… são as mais longas que conheço… digo, conhecia… porque escolhi este post para falar de star trek, a nova geração… que já possui sete temporadas… e eu, completamente empolgado e surpreendido, acabei de ver a primeira temporada…

queria começar dizendo que star trek não pode ser comparado com star wars… acho star wars divertidíssimo, toda coleção, mas não passa de uma aventura teen interplanetária… TEEN… sessão da tarde total… em que a crise principal gira em torno de “o papai é o cara malvado da história? Então eu sou malvado tb?”… me faça uma garapa… é o “clube dos cinco” intergaláctico…

e star trek? a série jornada nas estrelas pode ser contada em duas partes... a primeira é introdutória, vale para quem não conhece nada e quer conhecer... são os filmes... que para mim, merecem ser vistos em seqüência, do primeiro ao terceiro... os demais, não lembro muito, e do que lembro, meio que prefiro esquecer...


Jornada nas estrelas , o filme, de 1979... os efeitos especiais são simples, mas muitíssimo bem feitos... a trilha é para ser ouvida em separado, é o anuncio de uma grande saga, como algumas trilhas da época, a exemplo de star wars, super homem... os personagens são fantásticos, bem construídos, profundos... sempre fico impressionado quando assisto neste primeiro, a história de spock... a trama é meio fraca, a enterprise precisa conter uma força gravitacional alien que vai destruir a terra... não aparecem outros ets, tipo klingons, ferengis, romulanos, borgs... mas o que vale a pena é conhecer os personagens da uss enterprise...

Jornada nas estrelas, a ira de khan, de 1982... que tal ver kirstie alley como saavik, uma brother de spock? É o filme do verme que entra pelo ouvido e se aloja no córtice cerebral e, como resultado, a vítima fica suscetível a sugestão e, posteriormente, a loucura e a morte... a cena é de doer os ouvidos de qualquer um.... mais uma saga da enterprise, mostra um kirk em crise, contra um dos melhores vilões de todos os tempos... kahn e a família são realmente escrotos... e as cenas de ação são as melhores de toda a série de longas...

Jornada nas estrelas, a procura de spock, 1984... o corpo de spock está morto... kirk luta para salvar o espírito de spock, que ainda vive em Mccoy... mas é impedido, pois perdeu o controle da enterprise... ele rouba a enterprise e vai tentar salva-lo... o roubo da enterprise é emocionante... e a cena da destruição da enterprise: é inacreditável fazer tudo aquilo com miniaturas e movimentos de camera... aparecem klingons... é um filme que só se entende vendo os anteriores... foi dirigido pelo próprio leonard nimoy...

Os outros filmes eu vi, mas nunca dei muita importância, acho até que verei de novo, porque me empolguei... os filmes são legais, interessantes... mas a série... merece um post só para ela... é o próximo...

quem quiser o conhecimento enciclopédico bruto sobre os filmes, procure no google... não faltam links sobre...

Um comentário:

Felipe disse...

Eu assistia a série antiga na Band, lá pelo meio da década de 80. Eu curtia muito.
Não gosto de comparar Star Trek e Star Wars. Acho que o problema do primeiro é que Lucas sofre de síndrome de Peter Pan, assim como Spielber. Já o segundo, eles giram sobre temas mais maduros.
Ainda não assisti aos longas, não sei bem ao certo porque, mas tentarei corrigir isso em breve.